0800 707 5900 35 9 9802 9995 35 3729 9929 comercial@soitic.com

Mudanças no PCMSO e sua importância para Saúde e Segurança do Trabalho

13/08/2020
Mudanças no PCMSO e sua importância para Saúde e Segurança do Trabalho

Prevenir acidentes de trabalho e melhorar a qualidade de vida dos funcionários são as funções do PCMSO. Veja como as mudanças na NR 7 impactaram a Medicina do Trabalho.


Todo ambiente de trabalho pode  conter algum tipo de risco de acidente ou dano à saúde para seus funcionários. Ambientes de trabalho que exponham seus funcionários a áreas de riscos ou a manuseio de componente químico devem estar em dia com o PCMSO, assim como escritórios.

A função do  PCMSO -  Programa de Controle Médico de Saúde é  parametrizar, organizar e planejar exames médicos que promovem a saúde do trabalhador e previnem riscos e diagnósticos precoces. 


Regido pela Norma Regulamentadora 7 (NR 7) é de responsabilidade das empresas garantir sua implementação e perfeito funcionamento. Saiba o que engloba o PCMSO aquilo que alterou na prática depois das atualizações da NR 7 de 13 de março de 2020 no Diário Oficial da União.

O que engloba  e quem elabora o PCMSO?
De acordo com a NR 7 a indicação de um médico do Sesmt (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho) deve ser feita pelo empregador.

Mesmo que, como consta na Norma Regulamentadora 04, o empregador não seja obrigado a manter um médico do trabalho, ainda assim a indicação de um médico deve ser feita pelo responsável da empresa.

Quanto aos exames que fazem parte do PCMSO estão: uma anamnese ocupacional e exame físico e mental completos além de exames complementares:

  • Exames admissionais;

  • Diagnóstico precoce de agravos à saúde ou danos ao trabalhador;

  • Exames periódicos para comparação;

  • Exames demissionais.


Cuidando da saúde dos funcionário e prevenindo doenças e acidentes de trabalho, o PCMSO contribui para o aumento da produtividade de forma qualitativa para as empresas.


Atualize o sistema de PCMSO em sua empresa
As mudanças no texto da Norma Regulamentadora 7, impactam diretamente a Medicina do trabalho, nos seguintes pontos:

Artigo 7.1.1: Menção do PGR - Programa de Gerenciamento de Risco
Para avaliar os riscos ocupacionais o PCMSO deve-se basear na classificação do PGR - Programa de Gerenciamento e Risco previsto pelo Ministério do Trabalho.

Artigo 7.4.1: Alteração de Nomenclatura - exame de mudança de riscos ocupacionais
Antes chamado de exame de mudança de função agora para a ser exame de mudança de riscos ocupacionais e deve ser feito antes da data prevista que será realizada a alteração.

Artigo 7.5.9: Exame de retorno ao trabalho
Outra alteração que é preciso atentar-se é o prazo para o exame de retorno ao trabalho, que deve ser realizado em data anterior ao dia do retorno, e não no mesmo dia como antes era previsto

Artigo 7.5.8 Periodicidade do exame
A partir dessa última alteração, trabalhadores menores de 18 e maiores de 45 anos entram na regra dos demais, sendo necessário realizar exames periódicos de 2 em 2 anos.

Artigo 7.5.19.1: Atestado de Saúde Ocupacional – ASO
Conforme este artigo, soma-se às informações exigidas coloca a necessidade do CPF do trabalhador no lugar do registro de identidade-RG.

Artigo 7.6.1.3: Prontuário médico eletrônico
Neste caso, o complemento diz respeito à autorização do prontuário médico por meio eletrônico que deve estar em conformidade com o Conselho Federal de Medicina.

h4: Substituição de Relatório Anual ou Relatório Analítico
O antigo Relatório Anual passa a se chamar Relatório Analítico e engloba as seguintes informações básicas como : número de exames clínicos realizados,  análise comparativa em relação ao relatório anterior e discussão sobre os resultados entre outras, que constam na Portaria Nº 6.734, de 9 de março de 2020.

Existem empresas que não precisam elaborar o PCMSO, e com isso também estão dispensadas da elaboração do relatório analítico, como previsto na NR-01. Neste caso estão incluídas Microempreendedores Individuais (MEI), Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP), que sejam de grau de risco 1 ou 2 e não identificarem exposições ocupacionais a agentes físicos, químicos, biológicos e riscos relacionados a fatores ergonômicos.

O METRAWEB  oferece um sistema de soluções especializado em Saúde e Segurança do Trabalho e está atualizado com a nova realidade do setor e suas legislações. Leve para sua empresa uma maneira completa e inteligente de SST.


Fale com nossos consultores 

0800 707 5900 (Comercial)
(35) 3729-9929 (Comercial)
(35) 99802-9995 (Whats)

Acompanhe nossas redes
@metraweb_

www.metraweb.com.br


Compartilhe essa postagem

FACEBOOK COMMENTS WILL BE SHOWN ONLY WHEN YOUR SITE IS ONLINE