Sistema de Soluções para Gestão da Medicina Ocupacional e Segurança do Trabalho.


Categoria: Medicina do Trabalho
Em 08/10/2015 Medsystem Publicou:
 
Risco de depressão aumenta quando o trabalho passa a exigir mais
 
 
 
Longos turnos de trabalho e grandes exigências profissionais têm mais chances de levar á depressão, aponta um estudo realizado no Japão. Pesquisadores da Universidade de Kyoto analisaram fatores de ocupação e ambiente de trabalho que afetam o risco de depressão entre os participantes. Eles descobriram que os funcionários que trabalhavam turnos longos (pelo menos 60 horas por semana) e eram mais exigidos profissionalmente, tinham uma chance 15 veze mais alta de depressão quando reavaliados após um a três anos.
 
Os funcionários que foram do status TP/TE (turno prolongado/trabalho excessivo) para não TP/TE tiveram menos risco de depressão, enquanto aqueles que passaram de não TP/TE para TP/TE aumentaram o risco. O risco de depressão entre profissionais TP/TE pareceu aumentar com o passar do tempo.
 
Tendo como foco a situação de TP/TE, principalmente as alterações deste status, medidas de saúde mental que reduzam efetivamente a ocorrência dos principais transtornos depressivos se tornarão possíveis através do controle de fatores no ambiente profissional, concluíram os pesquisadores.
 
Fonte: Journal of Occupational and Environmental Medicine

Voltar

   Empresas       Contato       Comercial       Catálago